quarta-feira, 31 de julho de 2013

Construa o bem onde te encontres !

"(...) Abraçando o ideal de construir o bem onde te encontres, mantém-te paciente e otimista.
Elegeste o serviço no qual te afervoras, não tendo motivos para reclamações ou queixumes.
Entregas-te ao ministério do auxilio porque te sentes feliz com isso, portanto disposto a contribuir em favor do mundo melhor.
Não te canses de amar,  nem te recuses a servir. A verdadeira felicidade pertence sempre àquele que trabalha e semeia luz pelo mundo em sombras.
Jesus, o Celeste Servidor, até hoje continua ajudando as criaturas humanas a encontrar o rumo da libertação, sem qualquer azedume ou desencanto,  embora a ingratidão de quase todos para com Ele...”



(Joanna de Ângelis/Divaldo P. Franco – livro – Libertação do Sofrimento pág. 148/149– Editora – LEAL)

terça-feira, 30 de julho de 2013

As chaves para a paz interior

Quando a mente se acalma, tudo se acalma.

Chave 1: Silêncio

O silêncio é uma forma de bater na porta do salão da verdade. Ele é a base que te prepara para qualquer prática, é o alicerce do edifício da consciência. Tudo que é belo e verdadeiro nasce do silêncio.

Um instante de silencio é suficiente para exorcizar todos os demônios, porque os demônios são os pensamentos. Se existe um pensamento compulsivo constantemente assombrando a sua mente, é porque você deu muita atenção a ele, ou seja, você o alimentou acreditando nele. Mas, ao aquietar a mente, todos os fantasmas desaparecem. Não importa quão antiga seja a escuridão, uma pequena fresta de luz dissipa toda escuridão porque ela é somente a ausência de luz. O silêncio invoca a luz. Quando a mente se acalma, tudo se acalma.

O preço para a realização espiritual é a solidão. Em algum momento você vai ter que encarar a si próprio. Por isso é fundamental aprender a ficar sozinho e em silêncio. Você também pode chamar esta prática de meditação. Mas, eu não quero que você se perca no labirinto das ideias e conceitos, na ginástica do intelecto. Permita-se apenas ficar retirado e em silêncio, observando a grama crescer. Abandone toda a pressa e todo o desejo de chegar a algum lugar.

Feche os olhos e focalize no ponto entre as sobrancelhas. Brinque de cultivar o silêncio.

Chave 2: Verdade

Falar a verdade não quer dizer que você vai sair por aí dizendo aos outros tudo o que pensa ser verdade, desconsiderando o fato do outro não estar pronto para ouvi-la, o que pode gerar mais conflito, mais guerra. Seguir a verdade significa ouvir o chamado do seu coração.

Se ainda há desconforto e sofrimento na sua vida, significa que ainda há uma camada de mentira te envolvendo. Seja corajoso para encarar suas mentiras. Sem coragem você não será capaz de encarar a verdade. Procure identificar quando você ainda não pode ser honesto com você mesmo e com a vida, quando você tem que usar uma máscara e não pode ser autêntico e espontâneo, quando você tem que fingir que é diferente do que é. Dê uma olhada nas diversas áreas da sua vida.

Você terá algum trabalho, mas é um bom trabalho. Lembre-se que “a verdade vos libertará”.

Chave 3: Ação Correta

Isso não tem nada a ver com moralismo. A ação correta, ou ação consciente, não se baseia no que está fora, ou seja, não depende da aprovação do mundo externo. Não é seguir um manual com regras sobre o que está certo ou errado. É uma ação determinada pela intuição, que é a voz do silêncio. É ter coragem de ser você mesmo, autêntico e espontâneo. Agir conscientemente significa colocar o amor em movimento, ou seja, trilhar o Caminho do Coração.

Chave 4: Não Violência

A não violência é a ação sem ego. É a atitude não contaminada pela vingança e pelo ódio. É não dar passagem para a maldade que provoca sofrimento no outro, não importa em qual nível.

A não violência ou ahimsa, como é conhecida na tradição do hinduísmo, não é cruzar os braços e ficar esperando que as coisas aconteçam. Ela, muitas vezes, envolve ação, atitude. Mas, é uma ação que nasce do coração – é espontânea e sempre vem com sabedoria e compaixão. Não é o ódio ou o medo se manifestando.

Eu mesmo já questionei o poder de ahimsa. Parece que só deu certo com Gandhi, na Índia. Mas, não é verdade. Ahimsa é o remédio que esse planeta precisa. A compaixão é o remédio e ahimsa é compaixão.

Chave 5: Amor Consciente

Eu uso esta palavra ‘consciente’, porque a palavra amor foi degenerada. Nós demos a ela tantos outros significados que não têm nada a ver com a sua essência. Para o senso comum, o amor está ligado ao egoísmo, a uma satisfação pessoal. Ele é confundido com a paixão, com o sexo e até mesmo com o ódio. Isso acontece de uma forma inconsciente: a entidade acredita estar amando porque não tem consciência do que é amor.

Não é possível definir o amor com palavras, mas eu posso dizer que amar inclui um desejo sincero de que o outro seja feliz. Inclui ver o potencial adormecido no outro e dar força para ele acordar. É querer ver o outro feliz sem querer absolutamente nada em troca. Em última instância, amar conscientemente significa amar desinteressadamente.

Mas, para que possa utilizar essa chave se faz necessário que você reconheça o seu desamor.

Procure identificar em quais situações e com quem você ainda não pode ser amoroso. Aonde e com quem o seu amor não flui livremente? Em que situações o seu coração se fecha? Aí há uma pista para você. Vá atrás dessa pista e você descobrirá muito sobre si mesmo. Essa é uma forma de trazer paz para esse mundo: aprendendo a ser amigo do seu irmão, amigo do seu vizinho.

Aprender a não julgar os erros do outro. Antes de levantar o seu dedo para acusar o outro, olhe para si mesmo, e pergunte: “Será que eu não tenho um defeito igual, ou outros até piores?” “Será que o meu vizinho não tem nada de bom para eu focar a minha atenção?” Comece a focar no bom que o outro tem. Essa é sua grande missão.

Chave 6: Presença

Estar presente significa estar total na ação. É lembrar-se de si mesmo a cada instante. Quando você pode experienciar a presença, a sua energia cresce e você percebe o amor passando por você. Se puder sustentar esse estado de alerta, você terá a percepção de que tudo é sagrado, e a partir dessa percepção, poderá expandir sua energia conscientemente na direção do outro.

Eu sugiro uma prática bem simples para o seu dia a dia. Habitue-se a perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Permita-se parar, apenas por alguns segundos, absolutamente tudo o que você está fazendo. No meio da ação, pare e pergunte-se: Quem está fazendo? Assim você interrompe a imaginação e volta para o seu corpo, para a presença, para a totalidade na ação. Esse é o caminho.

A presença é a chave mestra. Mas, porque não vamos diretamente para ela? Porque nem todos estão prontos para usufruir dela. Poucos estão maduros para abandonar o pensar compulsivo, já que isso lhes dá um senso de identidade. Então, em muitos casos, é necessário um trabalho de purificação que é este trabalho de transformação do “eu inferior”, para que você esteja pronto para ancorar a presença. Para isso, o corpo é o portal. Sinta-se ocupando o corpo. Sinta seu campo de energia e mova-se a partir dessa percepção.

Chave 7: Serviço Desinteressado

Servir desinteressadamente significa colocar seus dons e talentos a serviço do amor. É quando você pode se doar verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo com a intenção de ser recompensado. O único objetivo é ver o outro bilhar. Você se torna o amor que se move em direção à construção.

Acordar pela manhã, consciente de que está acordando para servir, ilumina a alegria de viver. Naturalmente, a consciência do serviço aumenta a conexão com o divino, porque, por mais que cada um tenha seus talentos e dons individuais, ou seja, uma forma particular na qual o amor se expressa através de você – é o próprio amor que está se expressando. No serviço, você se torna um canal do amor. Por isso, eu digo que o serviço é uma forma de manter a chama da conexão acesa. O amor e a felicidade passam por você para chegar ao outro, não importa o que você esteja fazendo, se está cuidando do jardim, construindo uma casa, cozinhando, cuidando de uma empresa ou de uma pessoa.

Chave 8: Lembrança Constante de Deus

Lembre-se de que Deus está em tudo: dentro, acima, abaixo, dos lados – em todos os lugares.

Ele é a vida única que age em todos os corpos e é o seu Eu Real. Essa percepção de que tudo é Um e de que a energia espiritual se manifesta em todas as formas de vida, promove um profundo contentamento. Não há palavras para descrever essa experiência, ela só pode ser vivida. A sua vida se transforma numa prece, numa oferenda a Deus. Pode passar um tsunami, mas você não se esquece de Deus. Pouco a pouco, a sua fé se torna constante e inabalável, até que possa sustentar a eterna conexão com Deus.

A partir dessa conexão, você olha para o outro e enxerga além das aparências, porque você vê somente Deus e assim pode reverenciá-lo. Este é um sincero namaste: a divindade que está em mim saúda a divindade que está em ti.

Se verdadeiramente utilizar essas oito chaves na sua vida, inevitavelmente você irá experienciar a paz. Essa é a minha experiência.

Durante a fase do desenvolvimento da consciência que eu chamo de “ABC da Espiritualidade” ou purificação do “eu inferior”, muitas vezes, descobrimos verdades pouco agradáveis sobre nós mesmos. Durante esse processo, enfrentamos obstáculos que precisam ser removidos. Aos poucos, nós aprendemos a identificá-los e removê-los e, ao removermos aquilo que não nos serve mais, podemos nos tornar canais do amor divino, para que ele flua livremente através de nós.

Sri Prem Baba

domingo, 28 de julho de 2013

OS TRÊS LEÕES

"Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes" (Tiago 5:11)

Numa determinada floresta havia três leões.
Um dia o macaco, representante eleito dos animais súditos, fez um encontro com toda a bicharada da floresta e disse:
- Nós, os animais, sabemos que o leão é o rei dos animais, mas há uma dúvida no ar: existem três leões fortes.
Ora, a qual deles nós devemos prestar homenagem? Quem, dentre eles, deverá ser o nosso rei?
Os três leões souberam do encontro e comentaram entre si:
- É verdade, a preocupação da bicharada faz sentido, uma floresta não pode ter três reis, precisamos saber qual de nós será o escolhido.
Mas como descobrir?
Essa era a grande questão: lutar entre si eles não queriam, pois eram muito amigos. O impasse estava formado.
De novo, todos os animais se reuniram para discutir uma solução para o caso.
Eles tiveram uma idéia excelente.
O macaco se encontrou com os três felinos e contou o que eles decidiram:
- Bem, senhores leões, encontramos uma solução desafiadora para o problema.
A solução está na Montanha Difícil.
- Montanha Difícil? Como assim?
- É simples, ponderou o macaco.
Decidimos que vocês três deverão escalar a Montanha Difícil.
O que atingir o pico primeiro será consagrado o rei dos reis.
A Montanha Difícil era a mais alta entre todas naquela imensa floresta.
O desafio foi aceito.
No dia combinado, milhares de animais cercaram a Montanha para assistir a grande escalada.
O primeiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.
O segundo tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.
O terceiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.
Os animais estavam curiosos e impacientes, afinal, qual deles seria o rei, uma vez que os três foram derrotados?
Foi nesse momento que uma águia sábia, idosa na idade e grande em sabedoria, pediu a palavra:
- Eu sei quem deve ser o rei! Todos os animais fizeram um silêncio de grande expectativa.
- A senhora sabe, mas como? Todos gritaram para a Águia.
- É simples, confessou a sábia águia, eu estava voando entre eles, bem de perto e, quando eles voltaram fracassados para o vale, eu escutei o que cada um deles disse para a montanha.
O primeiro leão disse: - Montanha, você me venceu!
O segundo leão disse: - Montanha, você me venceu!
O terceiro leão também disse: - Montanha, você me venceu, por enquanto! Mas você, montanha, já atingiu seu tamanho final, e eu ainda estou crescendo.
- A diferença, - completou a águia, - é que o terceiro leão teve uma atitude de vencedor diante da derrota e quem pensa assim é maior que seu problema: É rei de si mesmo.
Os animais da floresta aplaudiram entusiasticamente ao terceiro leão que foi coroado rei entre os reis.

MORAL DA HISTÓRIA:

Não importa o tamanho de seus problemas ou dificuldades que você tenha; seus problemas, pelo menos na maioria das vezes, já atingiram o clímax, já estão no nível máximo.
Você ainda está crescendo.
Você é maior que todos os seus problemas juntos.
Você ainda não chegou ao limite de seu potencial e desempenho.
A Montanha das Dificuldades tem tamanho fixo, limitado.

Autor: Desconhecido



sábado, 27 de julho de 2013

SABEDORIA E FORÇA

Um sábio mestre conduz seu aprendiz pela floresta. Embora mais velho caminhasse com agilidade, enquanto seu aprendiz escorrega e cai a todo instante. O aprendiz blasfema, levanta-se, cospe no chão traiçoeiro, e continua a acompanhar seu mestre. Depois de longa caminhada, chegam a um lugar sagrado. Sem parar, o sábio mestre dá meia volta e começa a viagem de volta.

- "Você não me ensinou nada hoje" - diz o aprendiz, levando mais um tombo.

- "Ensinei sim, mas você parece que não aprende" - responde o mestre. "Estou tentando lhe ensinar como se lida com os erros da vida".

- "E como lidar com eles?"
- "Como deveria lidar com seus tombos" - responde o mestre.
- "Em vez de ficar amaldiçoando o lugar onde caiu, devia procurar aquilo que te fez escorregar."

MORAL DA HISTÓRIA

Devemos procurar a raiz de nossos erros e nos levantarmos com sabedoria e força.


sexta-feira, 26 de julho de 2013

A ostra e a pérola

“Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas”…

Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia.

As pérolas são feridas curadas.

Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia a penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada…

Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém? Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? Suas idéias já foram rejeitadas ou mal interpretadas? Você já sofreu os duros golpes do preconceito? Já recebeu o troco da indiferença?

Então produza uma pérola!

Cubra suas mágoas com várias camadas de amor. Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento. A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, deixando as feridas abertas, alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem.

Assim, na prática, o que vemos são muitas “Ostras Vazias”, não porque não tenham sido feridas, mas, porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor.

Um sorriso, um olhar, um gesto, na maioria das vezes, fala mais que mil palavras.

E você? Tem pérolas?

quinta-feira, 25 de julho de 2013

DEUS E O HOMEM

Em verdade, Deus nos oferece:
A força da vida;
       A bênção do sol;
       A generosidade da terra;
       A colaboração da fonte:
       A riqueza do clima;
       O amparo do adubo;
       A oportunidade de servir;
       A luz do discernimento;
       O tesouro da colheita;
       A alegria de trabalhar;
       E os recursos todos que dignificam a paisagem na qual o Homem – filho e Colaborador da Criação – é chamado a atuar.
       Deus lhe dá tudo, tudo aquilo de que carece para engrandecer-se e resguardar-se, progredir e elevar-se, cada vez mais.
       Entretanto, embora lhe conceda tudo, até mesmo a semente que explodirá em prodígios de evolução e aperfeiçoamento, paz e vida, pede a ele, unicamente, para que exerça o privilégio de trabalhar.
       
Batuíra / Médium Chico Xavier
Livro: Recados da Vida (extrato) - EdGEEM

quarta-feira, 24 de julho de 2013

O CAMINHO PARA A FELICIDADE

Um homem perguntou a um sábio:
- Senhor, tu que és sábio, podes dizer-me o que é felicidade?
O filósofo respondeu:
- Nunca poderia dizer-te. Posso indicar-te apenas o caminho que te levaria até ela.
- Senhor, ficaria eternamente agradecido se fizesses este favor...
O homem em sua sabedoria disse:
- Pois bem: olha para frente! O que vês?
- Vejo o mundo senhor.
- Olha mais!
Concentrando sua atenção, falou:
- Vejo campos, serras, nuvens nos céus, bois pastando...
O sábio insistiu:
- Olha mais!
- Nada mais vejo, senhor. Palavra, não vejo nada mais do que te disse.
O filósofo, que entendia os limites da compreensão humana, respondeu:
O segredo está em permitir que teu coração reconheça a felicidade naquilo que teus olhos vêem.

(D.A.)

terça-feira, 23 de julho de 2013

EM TERMOS LÓGICOS

       Não há vida sem responsabilidade.
       Todo ser tem direitos e obrigações.
       Não há ação sem testemunha.
       Somos participantes da Vida Universal.
       Não há bem ou mal gerados espontaneamente.
       Todo ato surge após o autor.
       Não há erro com razão.
       Só a verdade é lógica.
       Não há sentimentos incontroláveis.
       O espírito é o criador da própria emoção.
       Não há dificuldade intransponível.
       Cada aluno recebe lições conforme o entendimento que evidencia.
       Não há perfeita alegria que viceje no insulamento.
       A felicidade é bênção de luz que apenas medra no terreno da solidariedade.
       Não há ponto final para o amor.
       Amor é vida e a vida é eternidade.
       
André Luiz / Médium Waldo Vieira
Livro: Estude e Viva (extrato) - Ed. FEB

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Os 13 passos para o bem

 1- Por mais que lhe falem da tristeza . . .
. . . prossiga sorrindo !

 2- Por mais que lhe demonstrem rancor . . .
. . . prossiga perdoando !

 3- Por mais que lhe tragam decepções . . .
. . . prossiga confiando !

 4- Por mais que lhe ameacem de fracasso . . .
. . . prossiga apostando na vitória !


5- Por mais que lhe apontem erros . . .
. . . prossiga com os seus acertos !

 6- Por mais que discursem sobre a ingratidão . . .
. . . prossiga ajudando !

7- Por mais que noticiem a miséria . . .
. . . prossiga crendo na prosperidade !

8- Por mais que lhe mostrem destruições . . .
. . . prossiga na construção !

9- Por mais que acenem doenças . . .
. . . prossiga vibrando saúde !

 10- Por mais que exibam ignorância . . .
. . . prossiga exercitando sua inteligência !

11- Por mais que o assustem com a velhice . . .
. . . prossiga sentindo-se jovem !

 12- Por mais que plantem o mal . . .
...prossiga fazendo o bem!

 13- Por mais que contem mentiras . . .
. . . prossiga na sua verdade !

Por mais difícil que lhe pareçam essas 13 tarefas . . .
. . . prossiga acreditando na capacidade que Deus lhe deu para cumprí-las !

©Texto de Silvia Schmidt©

domingo, 21 de julho de 2013

ESTRELAS

Quando um sonho se torna realidade,
a gente nem acredita.
Não sabe se chora, se ri ou se grita.
Se belisca.
Abre e fecha os olhos.
Apalpa.
Talvez esteja dentro da nossa natureza
não acreditar na realização
dos próprios sonhos.
Uma natureza pessimista.
A gente espera, certo,
mas no fundo não acredita.
Olhamos para eles como olhamos
para o arco-íris e as estrelas:
lindos, encantadores,
maravilhosos e inatingíveis.
Mas gostamos de olhar,
mesmo cientes de que
nunca poderemos tocá-los.
O fato de existirem já é um encanto
e um milagre Divino.
Nos satisfazemos.
E justamente por que não acreditamos,
não corremos atrás, não construímos,
não tentamos.
Olhamos para o que outros conseguem
e nos dizemos que eles têm muita sorte.
Não nos incluímos nessa categoria.
Mas se um dia resolvemos
pegar as sete cores do arco-íris
e trazer pra realidade das nossas vidas,
veremos que nós também temos muita sorte,
que nós também podemos.
Se aproveitamos o brilho das estrelas
para iluminar nosso caminho
e não nos cegar,
veremos que teremos
uma caminhada mais nítida.
Só vivemos de cinza por opção,
pois a vida é colorida, é intensa.
Vamos olhá-la com olhos nus.
Tocá-la.
Vivê-la.
Amá-la.
Correr atrás do que desejamos
e esticar os braços até alcançarmos.
Subir escadas, transpor barreiras.
Lutar pelo que nos realizará.
Brigar, se for preciso.
Chorar, mas de pé.
Talvez assim a gente não se surpreenda
tanto quando nossa mão atingir,
mesmo se timidamente,
uma das cores do arco-íris
ou a ponta de uma estrela.
Talvez outros se surpreendam.
Mas nós não.
Por que acreditamos.
Por que bem nos nosso íntimo
sabíamos que o caminho poderia ser longo,
mas que um dia chegaríamos lá.
(Letícia Thompson)

sábado, 20 de julho de 2013

Se há um BEM a ser feito. Faça agora mesmo...

Quantas coisas importantes você pode adiar para amanhã se o tempo de hoje
não for suficiente para realizá-las?

Hoje, vive-se uma era de muita correria, muitos compromissos, fica a sensação que o
dia está cada vez mais curto.

Nesse cenário é bastante comum ouvir pessoas falando:
“como seria bom se meu dia tivesse 25 horas”.

E num mundo onde o senso de urgência parece presente em cada escolha, em cada atividade, que por consequência obrigam você escolher coisas que não serão feitas ou tratadas no hoje, o que
você deixa para amanhã?

Você deixa apenas atividades profissionais para serem resolvidas amanhã ou outro dia, ou deixa
também coisas pessoais, como dizer:
“Eu te amo” para alguém importante em sua vida?

Bom, amanhã com certeza é outro dia e poderá encontrar um “tempinho” para fazer isso, não é mesmo?

Tudo bem!

E SE NÃO HOUVER AMANHÃ???

Sabe: eu costumava deixar muitas coisas para amanhã!

Mas, resolvi lhe dizer, hoje, o quanto você é importante, porque quando acordei, uma pergunta ressoava
na minha alma: E se não houver amanhã?

Então, hoje eu quero me deter um pouco mais, ouvir melhor suas idéias, observar seus gestos mais simples, guardar bem o tom de sua voz o seu jeito e de preferência a música que você mais gosta, a sua cor predileta.

Porque, se não houver amanhã ...

Eu quero ter gravado seu jeito de andar, de correr, de abraçar.

Porque, se não houver amanhã, eu quero ter guardado em minha mente o teu sorriso, teu jeito de ser,
suas manias.

Hoje eu quero fazer uma prece ao seu lado, descobrir com você a magia da serenidade, quero subir aos céus, juntos, pelos fios invisíveis da oração.

Hoje eu vou me sentar com você, ouvir a melodia dos pássaros e sentir a brisa, em silêncio...

E sem pressa.

Hoje eu vou lhe pedir, por favor, agradecer me desculpar, pedir perdão, se for necessário.

Sabe, eu sempre deixei todas essas coisas para amanhã, mas o amanhã é apenas uma promessa!

O hoje é presente.

Assim, se não houver amanhã, eu quero descobrir hoje qual é a flor que você mais gosta e lhe
ofertar um belo ramalhete.

Quero conhecer seus receios, lhe aconchegar em meus braços e lhe transmitir confiança!

Hoje, quando você for se afastar de mim, vou segurar suas mãos e pedir para que fique um pouco
mais ao meu lado.

Eu sempre costumo deixar as palavras gentis para dizer amanhã, carinhos para fazer amanhã, muita
atenção para prestar amanhã, mas o amanhã talvez não nos encontre juntos.

Eu sei que muitas pessoas sofrem quando um ser amado embarca no trem da vida e parte sem que tenham chance de dizer o que sentem e sei também que isso é motivo de muito remorso e sofrimento.

Por isso eu não quero deixar nada para amanhã, pois se o amanhã chegar e não nos encontrar juntos.

Você saberá tudo o que sinto por você e saberei também o que você sente por mim.

Nada ficará pendente!

Quero registrar na minha alma cada gesto seu.
Quero gravar o seu sorriso, pois se a vida nos levar por caminhos diferentes eu terei você comigo,
mesmo estando temporariamente separados.

Sabe, eu não sei se o amanhã chegará para nós, mas sei que hoje, hoje eu posso lhe dizer:
“VOCÊ É IMPORTANTE PRA MIM”!

Por isso, peço que você não deixe para amanhã e faça hoje, agora, seu gesto de carinho.

Mande um e-mail, um torpedo, um telefonema, escreva uma carta.
Mas diga para quem é importante na sua vida, o quanto essa pessoa significa.

Se não Houver Amanhã, não haverá arrependimento, nem remorso pela oportunidade desperdiçada.

E se não houver amanhã...

Quero que você tenha um Bom Dia HOJE!


Sigmar Sabin
Professor, Palestrante e Aprendiz da vida.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

O Amanhecer

Dia novo, oportunidade renovada.
Cada amanhecer representa divina concessão, que não podes nem deves desconsiderar.
Mantém, portanto atitude positiva em relação aos acontecimentos que devem ser enfrentados; otimismo diante das ocorrências que surgirão, coragem nos confrontos das lutas naturais; recomeço de tarefa interrompida; ocasião de realizar o programa planejado.
Cada amanhecer é convite sereno à conquista de valores que parecem inalcançáveis.
À medida que o dia avança, aproveita os minutos, sem pressa nem postergação do dever.
Não te aflijas ante o volume de coisas e problemas que tens pela frente.
Dirige cada ação à finalidade específica.
Após concluir um serviço, inicia outro e, sem mágoa dos acontecimentos desagradáveis, volve à liça com disposição, avançando passo a passo até o momento de conclusão dos deveres planejados.
Não tragas do dia precedente o resumo das desditas e dos aborrecimentos.
Amanhecendo, começa o teu dia com alegria renovada e sem passado negativo, enriquecido pelas experiências que te constituirão recurso valioso para a vitória que buscas.
 Joana de Ângelis

Tutorial Alba Mendonça

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Você "faz" o seu dia

Levante-se com ânimo. Tenha boa disposição desde cedo.  O mau humor pode estragar o seu dia.

Logo ao sair da cama, mentalize:
"Este dia será muito bom para mim. Hoje só desejarei boas coisas aos outros. Cumprimentarei a cada um com um
sorriso alegre. Não enxergarei defeito em ninguém. Nem falarei mal de qualquer pessoa. Usarei de paciência.
Perdoarei espontaneamente. Verei um "filho de Deus" em cada rosto".  Experimente fazer isso.  Predispor-se para o otimismo é um esforço que rende bons frutos.

Lourival Lopes

quarta-feira, 17 de julho de 2013

As Vezes Que Gritei Por Socorro

Pode até parecer presunção minha, mas todas as vezes que gritei por socorro, Deus me atendeu. E tenho uma fórmula muito simples para isso. Não, não vou lhe ensinar um novo tipo de oração que vai "abrir as portas" da sua vida, não vou lhe revelar um método inédito de buscar ao Senhor, nem inventar um novo programa de dez passos para ser atendido pelo Todo Poderoso. Só vou lhe contar como isso ocorre em minha vida.
Confesso ser um tanto cabeça dura, e toda vez que algum problema surge, tento resolvê-lo pelas minhas próprias forças. Afinal, por que "incomodar" a Deus com meus problemas? Admito que nunca fui capaz de resolver nada de modo satisfatório em minha vida, sempre que apresentei algum problema ao Senhor foi por que já tinha me complicado ainda mais ao tentar resolvê-los por minhas próprias forças.
Mas Deus sempre atendeu meu pedido de socorro. E sabe por que? Por que toda vez que lhe entreguei meus problemas eu sabia que era totalmente incapaz de resolvê-los, sempre que cheguei de joelhos ao Senhor em minhas orações pedindo que ele resolvesse algo de difícil resolução em minha vida, fiz isso permitindo que Deus decidisse de que modo tal problema deveria ser resolvido.
Muitas vezes que estamos confusos e "atolados" em situações complicadas e desesperadoras, por mais que busquemos a vontade de Deus, tentamos guiá-lo na resolução de tais situações:  "Meu Deus, entrego esse problema em suas mãos, faça que tal pessoa pare de fazer tal coisa e que aquela outra pessoa compreenda e não discuta mais aquilo que eu fiz, também me abençoe para que eu possa pagar aquela dívida e faça que a resposta para aquele projeto que tanto aguardo seja positiva, amém"
Será que estamos realmente confiando na resolução de Deus ou o estamos direcionando para que os resolva pelo Seu poder, mas ao nosso modo? Só Deus sabe como tudo irá terminar, temos que nos humilhar e confiar nos seus propósitos, e deixar que Deus aja a seu modo, por mais doloroso que esse "modo de Deus" possa parecer.
Quando enfrentamos um problema temos que entregá-lo nas mãos do Senhor e ir embora sem olhar para trás, pois se olharmos, nos sentimos tentados a "colocar o dedo" no trabalho de Deus, Deixe que Deus cuide de sua vida e de seus problemas.
Está disposto a colocar aquele problema nas mãos do Senhor? Então o faça, mas não olhe para trás. Aquele problema parece impossível de ser resolvido? Fazer a terra se sustentar no universo também não deve ter sido fácil, mas o Senhor o fez, e pra quem criou o céu e a terra, abriu o mar, lançou fogo do céu e ressuscitou os mortos, seu problema, na pior das hipóteses, é apenas mais um problema.
" Se você não aceita o que Deus faz, como espera que Ele faça o que você quer?"
Jó 34:33

Autor:  Rogério Strazzeri

terça-feira, 16 de julho de 2013

De tudo o que existe

De tudo o que existe,
O mais importante está dentro de você.
São as suas qualidades de coragem,
Confiança e amor que querem brilhar,
Produzir resultados, dar-lhe saúde e paz.
Ponha-as em uso, visando realização,
Melhoria e pacificação,
E verá fluírem de dentro
Como um pássaro restituído à liberdade.
Renove-se.
Trabalhe com confiança.
Aja com fé no dia de hoje e no de amanhã.
Confie nas suas qualidades ,
Porque são de Deus.
Tudo melhora por fora
Para quem melhora por dentro.
Você é um pássaro preso
Quando prende as suas qualidades.
Por isso, voe, mas voe bem alto
E verá do que você é capaz...

A.D.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

SEMENTE DO BEM

Pensar bem é uma riqueza tão grande!!!
Bastaria que todas as pessoas assim procedessem, para que a Terra fosse um jardim de flores eternas.

Pensar bem do outro, mesmo que ele não tenha dado motivo para isto, é uma das mais belas virtudes que o ser humano pode praticar.

Pensar bem de si mesmo, pensar bem de tudo que está acontecendo, pensar bem do futuro e pensar bem até do passado, porque só coisas boas devem ser lembradas.

Cultiva, alma querida, o bem e somente o bem em teu jardim interno e, com a força do pensamento, cultiva também o jardim do teu próximo.

Sê o anjo bom que passa pela vida para distribuir largamente a semente do bem.

E depois quando passares para o outro plano, contemplarás feliz as flores belíssimas do bem que derramaste..

Ad.

domingo, 14 de julho de 2013

NÃO PERCA TEMPO, EVOLUA NESTA VIDA APRENDENDO COM SUAS INFERIORIDADES

Quando comecei a fazer o curso de Psicoterapia Reencarnacionista (PR), resolvi fazer para ter mais uma aliada no auxílio aos meus consultantes. Pensei em como é importante termos sempre mais conhecimento, mais cartas na manga para escolher o que se adapta melhor a cada caso.


            Somente quando comecei o curso e falaram que o este era muito mais uma terapia, uma reforma íntima, é que comecei a ver a realidade e perceber o quanto era verdade. Perceber que a vida toda é uma enganação onde é difícil tomar as rédeas da própria vida, é muito mais fácil jogar a culpa no próximo.



            Quando as explicações sobre a vida começaram a aparecer, por exemplo, os gatilhos (situações que afloram nossas inferioridades, como raiva, mágoa, sentimento de abandono, entre muitos outros), que são situações que aparecem para mostrar o que precisamos curar e assim evoluir, me senti perdida!


            Com muita leitura e estudo, aprendi que evoluímos de duas formas, pelo amor ou pela dor. Sempre procurei ir pelo amor, mas mesmo assim, sempre tive sentimento de raiva em alguma situação no trânsito, ou vendo algum caso na televisão que revelava a minha indignação por isso ainda acontecer neste mundo, como mortes por assuntos tão irrelevantes. E vendo tudo tão claramente, de que realmente tudo que eu preciso aprender é aquilo que me deixa mal, que me faz pensar se estou no caminho certo, ou então questionar se Deus está comigo, é exatamente o que preciso aprender, ou seja, passar para mostrar que aquilo não me incomoda mais.



            A cada dia, cada sentimento ruim que aflora em mim, não me questiono mais se fui abandonada pela luz, ou eu que me perdi dela e não percebi. Hoje, eu volto para dentro de mim mesma, olho e procuro entender o que preciso entender com aquele sentimento, com aquela coisa tão ruim que está dentro de mim. E vejo como tudo é mais fácil, evoluir é muito mais simples, e essas “coisas” aparentemente ruins, acontecem justamente pra que eu perceba que é aquilo ali que pode me fazer  aprender e evoluir, curando aquele sentimento. Emanando amor pra quem vem me mostrar isso, e não mais emanando ódio e revolta. Ás vezes é difícil, mas o aprendizado compensa tudo.


            Saber que cada situação que consigo contornar com amor e paz me aproxima mais da luz e vai me fazer voltar para o meu verdadeiro lar, vai me trazer pelo menos Um (1), e somente um muito obrigado, já me faz ser muito mais feliz, me traz o sentimento de dever cumprido.


            Olhar para dentro e admitir o quanto somos fracos e é por isso que estamos aqui e que vamos voltar muitas vezes, faz de todos que realizam este curso, grandes vencedores! Admitir nossas inferioridades e trabalhar para melhorar, é uma tarefa fácil quando fazemos isso com amor. Espero que logo o dia que todos possam aprender desta forma chegue. E que todos nós, possamos sim voltar e receber um” parabéns”, sabendo que teremos uma nova chance de estar aqui por motivos de amor e fé, e não por sentimentos inferiores que tivemos a chance de curar nesta vida e fugimos.

POR: VANESSA DE SOUZA CEDRO  -  Terapeuta Holística

sábado, 13 de julho de 2013

Acredite

Não importa o que é o mundo ...
O importante são seus sonhos!
Não importa o que você é ...
O importante é o que você quer ser.

Não importa aonde você está.
Importa para aonde você quer ir.
Não importa o porquê...
O que importa é o querer.

Não importa suas mágoas .
O que importa são suas alegrias.
Não importa o que já passou ...
O passado?
Guarde na sua lembrança !

Nunca pense em julgar.
Não veja, apenas olhe.
Não escute, apenas ouça ...
Não toque, apenas sinta.

Acredite naquilo que você quiser.
E não adianta você sonhar .
Se você não lutar.

O mundo é um espelho.
Não seja só o seu reflexo.
Só acreditando em um futuro
Você conseguirá a Paz
Para alcançar seus sonhos...

Texto by Miles

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Aprendendo nas quedas

Por que será que nos lamentamos tanto quando
nos decepcionamos, perdemos e erramos?
O mundo não acaba quando nos enganamos;
ele muda, talvez, de direção.
Mas precisamos tirar partido dos nossos erros.
Por que tudo teria que ser correto,
coerente, sem falhas?
As quedas fazem parte da vida e do nosso
aprendizado dela.
Que dói, dói. Ah! Isso não posso negar!
Dói no orgulho, principalmente.
E quanto mais gente envolvida,
mais nosso orgulho dói.
Portanto, o humilhante não é cair,
mas permanecer no chão enquanto a vida
continua seu curso.
O problema é que julgamos o mundo segundo
nossa própria maneira de olhar
e nos esquecemos que existem milhões
e milhões de olhares diferentes do nosso.
Mas não está obrigatoriamente errado quem pensa diferente da gente só porque pensa diferente.
E nem obrigatoriamente certo.
Todo mundo é livre de ver e tirar suas próprias conclusões sobre a vida e sobre o mundo.
Às vezes acertamos, outras erramos.
E somos normais assim.
Então, numa discussão, numa briga,
pare um segundo e pense:
"e se eu estiver errado?"
É uma possibilidade na qual raramente
queremos pensar.
Nosso "eu" nos cega muitas vezes.
Nosso ciúme, nosso orgulho e até,
por que não, nosso amor.
Não vemos o lado do outro e nem queremos ver.
E somos assim,
muitas vezes injustos tanto com o outro
quanto com a gente mesmo,
já que nos recusamos a oportunidade de
aprender alguma coisa com alguém.
E é por que tanta gente se mantém nessa
posição que existem desavenças,
guerras, separações.
Ninguém cede e as pessoas acabam
ficando sozinhas.
E de que adianta ter sempre razão,
saber de tudo,
se no fim o que nos resta é a solidão?
Vida é partilha.
E não há partilha sem humildade,
sem generosidade, sem amor no coração.
Na escola,
só aprendemos porque somos conscientes de que estamos lá porque não sabemos ainda;
na vida é exatamente a mesma coisa.
Se nos fecharmos,
se fecharmos nossa alma e nosso coração,
nada vai entrar.
E será que conseguiremos nos bastar
a nós mesmos?
Eu duvido.
Não andamos em cordas bambas o tempo todo,
mas às vezes é o único meio de atravessar.
Somos bem mais resistentes do que julgamos;
a própria vida nos ensina a sobreviver,
viver sobre tudo e sobretudo.
Nunca duvide do seu poder de sobrevivência!
Se você duvida, cai.
Aprenda com o apóstolo Pedro que,
enquanto acreditou, andou sobre o mar,
mas começou a afundar quando sentiu medo.
Então,
afundar ou andar sobre as águas?
Depende de nós,
depende de cada um em particular.
Podemos nos unir em força na oração
para ajudar alguém,
mas só esse alguém pode decidir a ter fé,
força e coragem para continuar essa
maravilhosa jornada da vida.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Palavras amigas

Deus é nossa proteção e nossa força.
Ele é aquela ajuda na qual se
 pode confiar no dia da angústia.
Por isso, não ficaremos perturbados,
mesmo que o mundo seja destruído,
mesmo que as montanhas desabem dentro do mar.
Ficaremos tranquilos, mesmo se houver
 grandes enchentes e terremotos tão fortes
 que façam tremer os montes mais altos...
O Senhor do universo está entre nós; Ele,
o Deus de Israel é a nossa proteção.
Venham, vejam as grandes obras do Senhor!
Vejam como Ele castigou várias nações
com a destruição! Ele acaba com a guerra
em todo o mundo, quebrando as armas e
queimando os carros de guerra.
"Fiquem quietos! Saibam, de uma vez por todas,
que Eu sou deus! Todas as nações da terra hão de honrar o meu Nome!"

quarta-feira, 10 de julho de 2013

O que você faria se fosse você mesmo?

Um amigo me enviou a seguinte história:

 “Certa vez alguém lendo o jornal tomou um grande susto. Foi assim:
Começou pelas notícias internacionais e pensou: se eu fosse o presidente dos Estados Unidos, não teria tomado essa decisão.
Mais adiante, ao ler as notícias nacionais, pensou: se eu fosse o presidente do Banco Central não teria baixado essa resolução.
No noticiário do seu estado, pensou: se eu fosse o governador, investiria mais nesta área e não naquela.
Ao ler as notícias locais, também pensou: se eu fosse o prefeito, cuidaria melhor da manutenção das vias públicas.
Ao chegar na parte esportiva, quase não é preciso dizer: se eu fosse o técnico da seleção de futebol, teria convocado...
Mas, de repente, veio o grande susto que o deixou desconcertado e preocupado, pois parece que ouviu uma voz dentro de si mesmo perguntando:
- "E se você fosse você, o que é que você faria?"
Ao pensar no que os outros deveriam fazer, estava fugindo da sua própria realidade. E, ao pensar nas suas obrigações, viu as tarefas que estavam ao seu alcance e das quais teria que dar contas.”

Veja quanta verdade nesta simples história. O que nós faríamos se fossemos nós mesmos? Será que como pessoa cumpro as minhas obrigações de forma tão completa e perfeita como exijo dos outros em relação a mim? Será que não exijo dos outros o cumprimento competente de suas obrigações e eu mesmo desempenho as minhas com baixa qualidade? Será que como colaborador ou funcionário sou diferente daqueles que critico? Será que como chefe ou dirigente não tenho as mesmas atitudes e comportamentos que tanto reprovo nos meus colegas?

Como bem afirma o texto, será que não vivemos fugindo de nós mesmos e de nossas obrigações? Será que não vivemos apontando os defeitos do mundo em vez de enfrentar a realidade concreta do que temos que mudar em nossas atitudes e comportamentos?

Criticar os outros é fácil. Apontar o dedo para os defeitos alheios é fácil. O difícil é tomar consciência e agir para resolver as nossas fraquezas e os nossos defeitos. O difícil é ser coerente, criticar menos e fazer mais. O difícil é passar do plano do choro ao plano da ação.

Pense nisso. Sucesso!

Luiz Marins

terça-feira, 9 de julho de 2013

NÃO MATE SEU LEÃO!!!!!

Outro dia, tive o privilégio de fazer algo que adoro: fui almoçar com

Um amigo, hoje chegando perto de seus 70 anos. Gosto disso. São raras

As chances que temos de escutar suas histórias e absorver um pouco de

Sabedoria das pessoas que já passaram por grandes experiências nesta

Vida.

Depois de um almoço longo, no qual falamos bem pouco de negócios, mas

Muito sobre a vida, ele me perguntou sobre meus negócios. Contei um

Pouco do que estava fazendo e meio sem querer, disse a ele:

- Pois é! Empresário, hoje, tem de matar um leão por dia.

Sua resposta, rápida e afiada, foi sabia como de costume:


- Não mate seu leão. Você deveria mesmo era cuidar dele.


Fiquei surpreso com a resposta e ele provavelmente deve ter notado

Minha surpresa, pois me disse: ”deixe-me lhe contar uma história que

Quero compartilhar com você”.



- Existe um ditado popular antigo que diz que temos de “matar um leão

Por dia”. E por muitos anos, eu acreditei nisso, e acordava todos os

Dias querendo encontrar o tal leão. A vida foi passando e muitas vezes

Me vi repetindo essa frase.

Quando cheguei aos 50 anos, meus negócios já tinham crescido e

Precisava trabalhar um pouco menos, mas sempre me lembrava do tal

Leão, afinal, quem não se preocupa quando tem de matar um deles por

Dia?

Pois bem. Cheguei aos meus 60 e decidi que era hora de meus filhos

Começarem a tocar a firma. Mas qual não foi minha surpresa ao ver que

Nenhum dos três estava preparado! A cada desafio que enfrentavam,

Parecia que iam desmoronar emocionalmente. Para minha tristeza, tive

De voltar à frente dos negócios, até conseguir contratar alguém, que

Hoje é nosso diretor-geral.


Este “fracasso” me fez pensar muito. O que fiz de errado no meu plano

De sucessão?


Hoje, do alto dos meus quase 70 anos, eu tenho uma suspeita: a culpa

Foi do leão.

Novamente, eu fiz cara de surpreso. O que o leão tinha a ver com a

História? Ele, olhando para o horizonte, como que tentando buscar um

Passado distante, me disse:


- É. Pode ser que a culpa não seja cem por cento do leão, mas fica

Mais fácil justificar dessa forma. Porque, desde quando meus filhos

Eram pequenos,

Dei tudo para eles. Uma educação excelente, oportunidade de morar no

Exterior, estágio em empresas de amigos. Mas, ao dar tudo a eles,

Esqueci-me de dar um leão para cada, que era o mais importante.

Meu jovem, aprendi que somos o resultado de nossos desafios. Com

Grandes desafios, nos tornamos grandes. Com pequenos desafios, nos

Tornamos pequenos. Aprendi que, quanto mais bravo o leão, mais gratos

Temos de ser.
                                                                           
Por isso, aprendi a não só respeitar o leão, mas a admirá-lo e a

Gostar dele. Que a metáfora é importante, mas errônea: não devemos

Matar um leão por dia, mas sim cuidar do nosso. Porque o dia em que o

Leão de nossas vidas morrer, começamos a morrer junto com ele.

Depois daquele dia, decidi aprender a amar o meu leão. E o que era

Desafio se tornou oportunidade para crescer, ser mais forte, e “me

Virar” nesta selva em que vivemos.

Desconheço a autoria

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Eternidade . . .

O que eu tenho não me pertence, embora faça parte de mim.
Tudo o que sou me foi emprestado pelo Criador para que eu possa dividir com aqueles que entram na minha vida.

Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém e nem saimos sem nenhuma razão.

Há muito o que dar e o que receber; há muito que aprender, com experiências boas ou negativas.

É isso... tente ver coisas negativas que acontecem com você como algo que aconteceu por razão precisa.

E não se lamente pelo ocorrido; além de não servir de nada reclamar, isso vai lhe vendar os olhos para continuar seu caminho.

Quando não conseguimos tirar da cabeça que alguém nos feriu, estamos somente reavivando a ferida, tornando-a muitas vezes bem maior do que era no início.

Nem sempre as pessoas nos ferem voluntariamente.

Muitas vezes somos nós que nos sentimos feridos e a pessoa nem mesmo percebeu; e nos sentimos decepcionados porque aquela pessoa não correspondeu às nossas expectativas.

Às nossas expectativas!!!

E sabemos lá quais eram as suas expectativas?

Nos decepcionamos e decepcionamos o próximo, o que é pior.

Mas, claro, é bem mais fácil pensar nas coisas que nos atingem.

Quando alguém lhe disser que o magoou sem intenção, acredite nela!

Vai lhe fazer bem. Assim, talvez, ela poderá entender quando você, sinceramente, disser que "foi sem querer".

Dê de você mesmo o quanto puder!

Sabe, quando você se for, a única coisa que vai deixar é a lembrança do que fez aqui.

Seja boa, tente dar sempre o primeiro passo, nunca negue uma ajuda ao seu alcance, perdoe e dê de você mesma.

Seja uma bênção!

Deus não vem em pessoa para abençoar,

Ele usa os que estão aqui dispostos a cumprir essa missão.

Todos nós podemos ser Anjos.

A eternidade está nas mãos de todos nós.

Viva de maneira que quando você se for, muito de você ainda fique naqueles que tiveram a boa ventura de encontra-lo.

( Desconheço o autor)

domingo, 7 de julho de 2013

Amigos, pássaros que voam

Aprendi que Amigos são como pássaros,
quando pequenos, ou quando os conhecemos eles estão conosco,
mas chega o tempo em que eles partem;
as aves partem quando crescem,
os Amigos partem quando mais queremos tê-los ao nosso lado.

Aprendi que Amigos não são para sempre,
apesar que a Amizade é para sempre;
uns vão, outros vem;
uns ficam, outros passam;
levam um pouco da gente,
deixam um pouco de si.

Mas a grandeza da Amizade é esta mesma:
dar sem receber, 
oferecer sem esperar nada em troca,
amar a tal ponto de não querer a pessoa para si,
mas desejar que ela seja FELIZ seguindo seus caminhos.


Amigos são passos, pessoas, gestos, abraços, aperto de mão...
Amizade é carinho, amor, compreensão, escuta, repreensão...
Pessoas passam..
Amigos ficam, nem que seja na lembrança...
Pessoas morrem...
Amigos permanecem eternamente ao nosso lado... 

A grandeza da Amizade está em poder ouvir o outro,
sentar para dialogar nem que seja um papo qualquer
saber estar perto quando a pessoa não consegue se encontrar,
puder perceber que as pessoas precisam da gente quando menos imaginamos.


 

AMIGOS CAMINHAM COM A GENTE AINDA QUE SEJA EM PENSAMENTO,
LEVANDO NA SUA TERNURA A DOÇURA DE UM OLHAR QUE ACALENTA,
ENCONTRA, BUSCA, TRÁS, ELEVA, CONFIA...



Hermes José Novakoski

sábado, 6 de julho de 2013

Texto Antidepressivo

Quando você se observar à beira do desânimo, acelere o passo para a frente, proibindo-se parar.
Ore, pedindo a Deus mais luz
para vencer as sombras.
Faça algo de bom, 
além do cansaço em que se veja.
Leia uma página edificante, que lhe auxilie o raciocínio na mudança construtiva de idéias.
Tente o contato de pessoas, cuja conversação
lhe melhore o clima espiritual.
Procure um ambiente, no qual lhe seja 
possível ouvir palavras e instruções que lhe 
enobreçam os pensamentos.
Preste um favor, especialmente aquele 
favor que você esteja adiando.
Visite um enfermo, buscando reconforto naqueles que atravessam dificuldades 
maiores que as suas.
Atenda às tarefas imediatas que esperam 
por você e que lhe impeçam qualquer 
demora nas nuvens do desalento.
Guarde a convicção de que todos estamos caminhando para diante, através de problemas
e lutas, na aquisição de experiência, e de que a vida concorda com as pausas de refazimento 
das nossas forças, mas não se acomoda com
a inércia em momento algum.

_André Luiz_

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Preces pela internet

Quando Jesus recomendou a oração pelo próximo, não o eximiu de orar por si mesmo.
A proposta do Mestre tem um sentido profundo; que pode ser considerado sob vários aspectos. A princípio, porque a vibração daquele que ora, encontrando ressonância vibratória no outro, ajuda-o a ter as forças renovadas. Logo depois, porque esse ato desenvolve e ajuda a manter a fraternidade.
Foi por isso, em favor da verdadeira união fraternal, que mais tarde propôs: Quando dois ou três se reunirem em meu nome eu estarei entre eles, o que não significa estar ausente quando alguém esteja a sós e O busque... .
Em face do utilitarismo e das más interpretações no passado, a acomodação mental e moral de muitos religiosos instituiu o lamentável esquema de rezadores em seu favor, enquanto permaneciam distantes da comunhão com Deus.
Esse método foi utilizado largamente, dando surgimento ao profissionalismo da oração.
Pessoas desocupadas tornaram-se intérpretes dos desejos de pagantes, intercedendo verbalmente a Deus sem qualquer emoção a benefício daqueles que as remuneravam.
Como efeito, a simonia substituiu o sentimento da prece intercessória, quando alguém, tomado de amor e de compaixão, intermedia outrem.
Na atualidade, graças à Informática, surge lentamente, mas com vigor, um novo grupo de preguiçosos mentais que pretendem transferir para outros os deveres que Ihes são pertinentes, entre os quais, o da oração.
Justificam que não dispõem de mérito para ser ouvidos por Deus e não se esforçam por consegui-lo.
Apoiam-se na desculpa sem sentido, na suposição de que ludibriam as leis soberanas da Vida, exculpando-se do dever não cumprido, por se considerarem pecadores ou infelizes, quando deveria ocorrer exatamente o contrário...
Aplicam largos períodos de tempo solicitando orações para a saúde, para a conquista de trabalho, de amor, rogam pelos familiares encarnados e desencarnados em atentado injustificável de utilização negativa da recomendação do Mestre.
Esquecem-se de que aquele que ora, em sintonizando-se com as Fontes Geradoras de Bênçãos, enriquecese de energias saudáveis e de paz interior.
Outros escrevem cartas longuíssimas, verdadeiros relatórios dos seus sofrimentos, reais e imaginados, repassados de queixas e de lamúrias para inspirar compaixão, descarregando nos obreiros do Bem suas aflições, verdadeiras ou supostas, desviando-os dos compromissos que abraçam, a fim de ficarem orando em seu benefício, enquanto eles mesmos se divertem na ociosidade ou se comprazem no transtorno depressivo que se permitem, sem a utilização de terapias próprias e libertadoras.
*
É justo que se ore pelo próximo necessitado, mas é indispensável que se oriente o irmão a orar por si mesmo.
Se ele justifica que não sabe como fazer, deves ensiná-Io a comungar com Deus, a fim de que avance com o dinamismo do esforço pessoal, sem depender de ninguém.
A estrada da evolução será sempre palmilhada por cada um que se candidata ao processo de crescimento.
Ora, a sós ou em grupo, em favor dos enfermos que necessitam de vibrações salutares e de ondas de ternura durante as provações que experienciam. Simultaneamente, desperta-os para que façam a parte que Ihes compete, a fim de poderem sintonizar com as ondas mentais que Ihes ofereces, introjetando-as e beneficiando-se.
Não te desvies, porém, dos deveres que abraças para os recitativos demorados e as imprecações a Deus a benefício de outros que elegem a comodidade física e mental, distanciando-se dos labores espirituais de autoiluminação.
Todos devem ajudar-se mutuamente, orando uns pelos outros, não, porém, sobrecarregando o seu próximo, a pretexto de que ele é mais e melhor ouvido pelo Pai.
O mérito advém do esforço que cada qual consegue aplicar em forma de devotamento ao trabalho sério e elevado, construindo uma sociedade melhor, mais ordeira e equilibrada.
Para esse mister, todos estão convidados, cada um oferecendo o que possui de melhor, mesmo que seja aparentemente de pequena monta.
Se não pode contribuir com uma seara rica de pão, tem possibilidades de oferecer alguns grãos para a ensementação valiosa.
Jesus dignificou uma dracma, modestas redes de pescar, grãos de mostarda, lírios do campo e pássaros dos céus, com eles enriquecendo as Suas inesquecíveis parábolas, demonstrando que tudo é útil e de alta significação, quando se refere à construção do Reino de Deus nos corações humanos.
Desse modo, oferece a tua dádiva.
*
Deus é amor que se irradia em favor dos bons e dos maus de maneira equânime.
Presente em todo o Universo, é a Vida que dá vida. Não atenderá à súplica de um justo liberando o mau das conseqüências dos seus atos infelizes, porque, desse modo, violaria Suas próprias leis de justiça.
Antes, induz todos os filhos à busca da Sua Realidade, mediante o esforço de autodepuração, ascendendo na escala moral por meio do trabalho e da incessante renovação no Bem.
Ora, portanto, penetrando-te do pensamento divino, a fim de que te possas beneficiar do sublime auxílio.
... E preces pela Internet, convenha-se, não é o melhor e mais eficaz caminho a seguir-se...
FRANCO, Divaldo Pereira. Diretrizes para o Êxito. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. LEAL.

* * * Estude Kardec * * *

quinta-feira, 4 de julho de 2013

VOCÊ NASCEU PARA VENCER!

Você veio para vencer as adversidades
e os desafios da Vida.
Você já nasceu Vencedor!
Lembre-se que dentre milhões de sementes
Você foi aquela que vingou.

Acredite que ninguém é tratado com
privilégios pela Vida:
Ela trata a todos de modo igual e estamos
todos sob as mesmas leis.

São os nossos pensamentos e a força que neles colocamos
que fazem tudo acontecer.

Pensemos no sucesso e ele virá.
Pensemos na saúde e ela se manifestará.
Acreditemos no Bem e ele sempre se mostrará.
Nada é impossível onde existe Fé!

Deus fala dentro de nós, embora quase sempre
acreditemos que ELE fala do lado "de fora" .
Toda vez que nos sufocamos com mágoas,
ressentimentos e pensamentos negativos,
estamos ordenando a ELE que se cale.

Deixemos Deus libertado dentro de nós
e todos os milagres acontecerão!
Basta-nos entrar pela ÚNICA porta que nos leva a ELE :
A do nosso próprio coração

Silvia Schmidt

quarta-feira, 3 de julho de 2013

O FALCÃO E A CORUJA

Certa vez um homem observou uma coruja que estava junto à janela.
Ela caiu e o distraiu da oração, mas ele não deu muito importância a ela.
 Nos outros dias, ele observou que a coruja permanecia naquele lugar e parece que se estabelecera ali.
Dia após dia ele pôs-se a observar aquela coruja.
Notou que ela quase não se movia.
Começou a incomodar-se com aquela ave, ela ocupava mais tempo de sua atenção que a oração.
 Como veio parar ali, se não comia e uma vez até chegou a mexer com ela para ver se realmente era uma coruja de verdade.
De tanto observar, notou que a ave era cega e isso encheu mais ainda sua cabeça de perguntas.
Até que um dia, notou que um falcão entrava na igreja com algo entre os bicos.
 Eram algumas minhocas ou algum inseto e que servia de alimento para a coruja.
Ele maravilhou-se com o que viu e chegou a coçar os olhos para ver se enxergava direito: O falcão entrava na igreja para alimentar a coruja, da mesma forma como faria com um de seus filhotes.
Imediatamente o piedoso homem começou a louvar o Senhor e a se perguntar a razão de tamanho milagre. Jesus diz que Deus cuida até dos pássaros com o cuidado de um pai.
Sentiu enorme consolação ao pensar em um Deus amoroso, que coloca um falcão para cuidar de uma mísera coruja.
O que não faria Deus por ele?
Sentiu o coração vibrar ao perceber que Deus também cuidava dele com o mesmo carinho com que cuidava daquela ave.
No entanto sua consolação também lhe trouxe a moção interior de que Deus lhe revelava algo único.
Refletiu e decidiu vender tudo o que tinha e colocar-se ao único cuidado do Senhor.
Ponderou que era apegado demais aos seus bens e que Deus o chamava para viver uma vida de pobre,
dependendo unicamente da providência divina, pois ele valeria mais que milhões de coruja.
Saiu de sua casa e colocou-se como mendigo na porta da mesma igreja que costumava freqüentar.
No entanto começou a ter dificuldades.
As pessoas o tinham conhecido como rico comerciante e não entendiam porque ele estava ali.
Alguns achavam que tinha endoidecido; não lhe davam esmolas e ele começou a passar fome.
Desolado e entristecido, pensava que Deus o tinha abandonado.
Renunciara a tudo para viver da providência de Deus e Deus não aceitou sua renúncia.
Revelou sua desolação e procurou um padre.
Ao que o padre lhe perguntou:
– Você tem certeza que foi Deus quem lhe pediu para viver como mendigo?
– Claro, a experiência com a coruja me mostrou que Deus sempre cuida de quem precisa, eu não tinha como duvidar! – Respondeu convicto.
O padre o olhou serenamente e com muita compaixão lhe perguntou:
– Você tem certeza que Deus o chamava a ser coruja? Não lhe estaria chamando a ser falcão?
Muitos agem como verdadeiros fariseus abdicando de tudo que tem para viver uma vida pobre que aguça a compaixão das pessoas.
Deus nos tem chamado para sermos falcões, libertando pessoas, levando amor, consolo e sustento.
É claro que Deus nos trata como à coruja, mas nos chamou para sermos como o falcão. 
Se você decidir assumir seu papel como falcão, Deus lhe conduzirá exatamente onde há uma coruja precisando de alimento.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Deus faz a parte dEle.

Na vida, você faz bem a sua parte quando se ocupa do que é bom e útil para você e para os outros.
Mas, Deus também faz a parte dEle.  Melhora, em oculto, o que em você e para você pode ser melhorado, surpreende-o com oportunidades, orienta-o nos problemas, aumenta as alegrias do seu espírito e as belezas do seu viver.

Sem que você perceba, há uma mão a sustentá-lo, uma luz a iluminar a estrada onde você põe os pés.
Lembre-se de Deus.  Na construção de sua felicidade, Deus faz a parte maior.

Lourival Lopes